O Grupo de Interação Humano-Computador do Univem (GIHC) do Centro Universitário Eurípides de Marília (UNIVEM), comemora seus recentes avanços científicos com importantes publicações em evento internacional, a 12ª Conferência Ibérica de Sistemas e Tecnologias de Informação (CISTI).

A CISTI é um evento técnico-científico anual, que visa a apresentação e a discussão de conhecimentos, novas perspectivas, experiências e inovações no domínio dos sistemas e tecnologias de informação.

Um dos trabalhos, desenvolvido em parceria com o Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) e com a Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), apresenta uma solução de fusão de dados e informações no contexto do projeto DF100Fogo, visando dar suporte à tomada de decisão no combate a incêndios em áreas de conservação do cerrado brasileiro.

Resumo: Consciência Situacional (SAW) é um conceito amplamente empregado em áreas que necessitam de tomada de decisão crítica, como no domínio de gerenciamento de emergências. A gestão da informação sobre incêndios florestais em áreas protegidas é um exemplo de situação onde a necessidade de SAW e de uma tomada de decisão mais assertiva é fundamental para se garantir uma melhor alocação de recursos para a resposta a emergências. Para que um operador de sistema de gestão de emergências tome uma decisão mais embasada, é necessário obter as informações mais completas e precisas possíveis para adquirir SAW. Este trabalho tem como objetivo apresentar um processo de fusão de dados e informações de múltiplas fontes para produzir informações mais significativas e com reduzida distorção à partir de denúncias de incêndio, visando estimular a SAW de operadores do Corpo de Bombeiros e brigadas de apoio, para amplificar o controle e extinção de incêndios no Distrito Federal (Brasil). Um estudo de caso é apresentado utilizando dados reais e a aplicação do processo de fusão proposto, a fim de demonstrar a aplicabilidade do trabalho.

Autores: Jordan Saran (UNIVEM), Vitória Mendes (UNIVEM), Valdir Junior (UNIVEM), Allan Oliveira (UNIVEM),  Cássio Santos (UNIVEM), Fátima Tavares (IBICT) e Leonardo Botega (UNIVEM)

Acesse: http://ieeexplore.ieee.org/document/7975840/

O outro trabalho, desenvolvido em parceria com a empresa Stratelli – Inteligência Estratégica e Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), apresenta esforços para realizar fusão de informações criminais considerando questões semânticas.

Resumo: Consciência Situacional (Situational Awareness – SAW) se refere ao nível de consciência que um indivíduo ou equipe detém sobre uma situação. No domínio de gerenciamento de riscos, falhas de SAW podem induzir operadores humanos a erros no processo decisório e acarretar riscos à vida, ao patrimônio ou ao meio ambiente. Processos de fusão de dados apresentam oportunidades para melhorar a SAW de operadores de sistemas de avaliação de situações de risco. Entretanto, cenários dinâmicos estão sujeitos a incertezas, principalmente quando os dados são provenientes de inteligência humana (HUMINT). O estado da arte em técnicas de fusão de dados e informações apresenta abordagens restritas a mecanismos sintáticos e/ou pragmáticos para a determinação de sinergia entre informações, influenciando negativamente os resultados da fusão. Este trabalho se propõe a demonstrar na prática tais limitações e apresentar uma abordagem em direção ao emprego de modelos semânticos de representação e inferência de informações, utilizando o domínio de gerenciamento de riscos como estudo de caso, mais especificamente com dados criminais do Brasil.

Autores: Valdir Junior (UNIVEM), Jordan Saran (UNIVEM), Lucas Ladeira (Stratelli), João Martins (Stratelli), Vagner Pagotti (Stratelli), Allan Souza (UNICAMP), Leandro Villas (UNICAMP) e Leonardo Botega (UNIVEM e Stratelli)

Acesse: http://ieeexplore.ieee.org/document/7975839/

O Prof. Dr. Leonardo Botega, orientador dos trabalhos e coordenador do grupo, acrescenta que “fornecer subsídios para uma melhor tomada de decisão pode ajudar operadores de sistemas de gerenciamento de emergências a melhor entender os eventos históricos e apoiar a elaboração de táticas de atendimento mais eficientes”. O professor também argumenta que a publicação e participação de alunos de iniciação científica em grandes eventos solidifica a competência científica do grupo. O professor também destaca que parcerias são essenciais para o sucesso de trabalhos interdisciplinares.

12ª Conferência Ibérica de Sistemas e Tecnologias de Informação (CISTI 2017)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *